SCM Music Player

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

População invade casa de suspeito de estuprar e matar menina

População invade casa de suspeito de estuprar e matar menina
 
Moradores de Bom Sucesso (MG) invadiram na noite desta quinta-feira (29) a casa do adolescente de 17 anos que confessou ter matado a menina Camila Graziele dos Santos Vitoriano, de 5 anos. Segundo informações da Polícia Militar, um grupo de moradores arrombou a casa e quebrou o portão e janelas da residência. Vários eletrodomésticos foram destruídos. Pedras e pedaços de madeira foram jogados e parte do telhado foi quebrado.

Entre os manifestantes estavam crianças e mulheres. A revolta só foi controlada depois da chegada do reforço da Polícia Militar e da Polícia Civil. A família do suspeito, vizinha dos pais da criança, foi orientada pela polícia a sair da cidade por medida de segurança.

Na tarde desta quinta-feira, a Polícia Civil fez a reconstituição do crime com a participação do adolescente sob forte esquema de segurança. Centenas de populares saíram às ruas para acompanhar a movimentação e protestar.

Matou e foi namorar

Segundo a Polícia Civil, o adolescente de 17 anos que confessou ter matado a menina Camila foi namorar depois de abusar, matar e colocar o corpo da criança às margens de um córrego em Bom Sucesso (MG). Segundo o delegado Emílio de Oliveira e Silva, o menor entregou a faca usada no crime, deu todos os detalhes de como tudo ocorreu e não demonstrou nenhum arrependimento.

"Ele não só confessou, como descreveu detalhadamente como ele cometeu o crime, como ele a matou, como ele escondeu o corpo da menina. Ele relatou os fatos com clareza", disse o delegado.

Conforme o delegado, a menina Camila era colega de um sobrinho do adolescente, que morava a apenas 20 metros da casa dela. No dia em que a criança saiu de casa e foi chamar o colega para brincar, foi recebida pelo menor, que estava sozinho em casa. Ele então a levou para dentro da residência e a atacou. No momento em que ele tentava abusar dela, a menina gritou e ele usou um pedaço de madeira para agredí-la. Desacordada, a menina foi molestada. Os exames da perícia constataram que foi encontrado esperma no corpo da criança. No entanto, não houve penetração.
 
Ainda segundo o delegado, conforme o relato do menor, após o abuso, ele decidiu matá-la com medo de que fosse denunciado. "Ele lavou o local da casa onde ele cometeu o crime com água e sabão, colocou o corpo em um saco e o levou para as margens do córrego. Depois disso voltou para casa e à noite saiu para namorar", disse o delegado.

Durante a coletiva, o delegado ressaltou que o adolescente é uma pessoa fria, que não demonstrou nenhum tipo de arrependimento. "Trata-se de uma pessoa calma, tranquila, que chega até a ser fria em alguns momentos". Ainda conforme a polícia, a princípio, a família do menor não teria conhecimento do crime e também não desconfiou de nada.

O adolescente ficará à disposição da Justiça. Por motivo de segurança, o local para onde ele foi levado não será divulgado.

Reconstituição

Uma multidão se reuniu nas ruas de Bom Sucesso na tarde desta quinta-feira (29) para a acompanhar a reconstiuição da morte da menina Camila Graziele dos Santos Vitoriano, de 5 anos. Cerca de 100 pessoas foram até o local da reconstituição, que começou pela casa do suspeito do crime, um adolescente de 17 anos, que era vizinho da menina. Camila foi assassinada com 12 facadas no mês de outubro.

Segundo o pai da menina, Vânder Ferreira Vitoriano, o adolescente frequentava a casa da família. "Ele frequentava nossa casa e inclusive quando a Camila sumiu, a mãe dele esteve lá rezando junto conosco. Eu quero justiça. Eu nem sei o que é isso (o adolescente)", disse o pai da menina se referindo ao suspeito que foi preso.
Multidão acompanha reconstituição de morte de menina em Bom Sucesso. (Foto: Samantha Silva / G1)Multidão acompanha reconstituição de morte de menina em Bom Sucesso. (Foto: Samantha Silva / G1)

Por volta de 15h30, o suspeito chegou até à casa dele para a reconstituição. Dentro de um carro da Polícia Civil, o suspeito quase não foi visto. Mesmo assim, a população se revoltou aos gritos de "assassino" quando o veículo passou pelo local. Depois de ir à casa, o suspeito foi levado pela polícia até o córrego onde o corpo da menina foi abandonado. Jornalistas e populares foram impedidos de acompanhar a reconstituição de perto e por isso, muita gente se aglomerou em cima de um morro para acompanhar a movimentação de longe.

O crime

Segundo a Polícia Civil, o adolescente matou a criança para evitar que ela o denunciasse por estupro. Ele era vizinho da garota e já estava sendo investigado por ter sido visto com ela antes do desaparecimento, que aconteceu no dia 16 de outubro.

A confirmação de que o rapaz é o responsável pela morte da garota se deu a partir dos resultados dos exames de DNA feitos com materiais colhidos do corpo da criança e comparados com a saliva do suspeito.

Diante das provas, o menor confessou o crime e contou que agiu sozinho, isentando a mulher que estava presa desde a data do crime e que teria sido vista com Camila. Ela foi liberada logo após ficar claro que ela não tinha relação nenhuma com o crime. O namorado dela, que à época havia sido detido, também não teve envolvimento com o crime.
Polícia investiga morte de menina em Bom Sucesso. (Foto: Reprodução EPTV)


O caso

A menina Camila Graziele Santos Vitoriano, desapareceu no dia 16 de outubro, na porta de casa, em Bom Sucesso (MG) e foi encontrada dias depois por um tio e dois moradores que faziam buscas na região.

Ela estava dentro de um saco à beira de um córrego próximo da casa da família. As roupas que a menina usava quando desapareceu estavam dentro de uma sacola junto à vítima. A polícia acreditava que o corpo tenha sido colocado perto do córrego há poucos dias, já que a área foi uma das primeiras onde os moradores realizaram buscas.

O laudo sobre a morte de Camila afirma que ela teve hemorragia interna, traumatismo craniano e 12 perfurações feitas com faca. Até então, a polícia suspeitava que a menina havia sido sequestrada. As hipóteses mais prováveis eram de tráfico de crianças, transplante de órgãos, trabalho escravo ou adoção ilegal.

Moradores da pequena cidade de pouco mais de 17 mil habitantes se mobilizaram espalhando cartazes com a foto da menina pelo comércio da cidade e nas redes sociais. Apesar da suspeita de que a menina tivesse sido sequestrada, a polícia concentrava as buscas pela zona rural do município.

O corpo da menina foi enterrado no dia 23 de outubro, em Bom Sucesso. Centenas de pessoas com faixas e camisetas seguiram em cortejo pedindo por justiça pela morte da garota.

Fonte: G1

BRASIL SEM FUTURO: ALUNOS FAZEM SEXO DENTRO DE ESCOLA EM PERNAMBUCO. VEJA AS FOTOS


Um vídeo de sexo explícito feito supostamente dentro da escola Estadual Mariano Teixeira, em Recife, caiu na internet e tem causado alvoroço entre os internautas.
 
As imagens mostram um casal de adolescentes à vontade durante o ato sexual. Inclusive, mesmo quando percebem que estão sendo filmados, eles não se fazem de rogados e continuam a relação.
 
O site Varela Notícias entrou em contato com a direção da escola na capital Pernambucana. Um homem que se identificou como funcionário da escola, José Gonzaga, negou que o vídeo tivesse sido feito na instituição. “Não foi em nosso estabelecimento, as imagens mostram um banheiro diferente do nosso, desde o piso branco até a descarga”, assegura.

Gonzaga diz também que os jovens não foram identificados e que o caso foi encaminhado à Secretaria de Educação do Estado, em Pernambuco. “Estamos tentando identificar quem são os adolescentes e a escola onde realmente aconteceu, para termos uma posição mais clara. Mas a Secretaria (de educação) já está ciente”, ressaltou o funcionário.

*Matéria publicada originalmente às 08h59 do dia 22/11.

Fonte: Bocão News

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Barra de ferro atinge homem que andava em rua de Anápolis, GO

Equipamento estava na carreta de uma moto, que se envolveu em acidente. Vítima teve a região lombar perfurada e passou por cirurgia nesta quinta (29).

 
 

Uma barra de ferro atingiu um homem enquanto ele andava pela rua na tarde desta quinta-feira (29), em Anápolis, a 55 km de Goiânia. O equipamento perfurou a região lombar da vítima.
Militares do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ajudaram no resgate. O homem de 54 anos precisou ser imobilizado e, por causa das fortes dores, foi usado um aparelho para auxiliar na respiração.
De acordo com testemunhas, a vítima estava subindo a rua quando aconteceu um acidente com uma moto de entrega de supermercado. Na carretinha, estava a barra de ferro que atingiu o homem.
Ele foi levado para o hospital com a barra de ferro no corpo. A radiografia cedida pelo Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) mostra como o objeto atravessou o corpo do trabalhador. “Pela barra ser de aço, a gente fica com uma dificuldade muito grande de poder cortá-la”, explicou o aspirante dos bombeiros Henderico de Matos.
A vítima teve uma lesão no lado esquerdo do abdômen, a menos de dois centímetros do rim. Ele passou por cirurgia para retirar a barra de ferro. A previsão é de alta em dois dias.

Viatura do PTRAN flagrada estacionada em local proibido

Uma viatura do PTRAN foi flagrada estacionada em local proibido entre 10h a 11h da manhã desta quinta-feira (29), na Avenida Mendonça Furtado, em frente ao Shopping Paraíso. A cena foi flagrada por um leitor do blog, que com medo de represálias não quis se identificar. O código de Transito Nacional, no artigo 29, inciso VII diz: "Os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e as ambulâncias, além de prioridade de trânsito, gozam de livre circulação, estacionamento e parada, quando em serviço de urgência e devidamente identificados por dispositivos regulamentares de alarme sonoro e iluminação vermelha intermitente." A foto tirada pelo leitor mostra a viatura estacionada sem nenhum ocupante e, segundo ele, desligada e sem nenhum sinal sonoro ligado e nem mesmo o giroflex.





FONTE: Blog Cidade de Santarém

Confira programação da Semana de Luta Contra Aids em STM

Confira programação da Semana de Luta Contra Aids em STMComeçou esta semana, mais precisamente na segunda-feira, 26 de novembro, a Campanha que faz alusão ao Dia Mundial de Combate a Aids (1º de novembro). Em Santarém, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde (SEMSA) programou uma semana de atividades para atender a um público diversificado.

A programação encerra no sábado (1º de dezembro), de acordo com o cronograma abaixo:

26 de novembro: Abertura no CTA/SAE com entrega de material educativo, testagem, prevenção e divulgação para a equipe de trabalho da semana;

27 de novembro: Capacitação do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas - SPE e Programa Saúde na Escola - PSE para 200 Profissionais da Saúde e Educação do Município e Estado;
 
28 de novembro: Ação de Saúde com testagem de HIV, coleta para hepatites e disponibilização de vacinas para hepatite B, nas Escolas do SPE E PSE e nas Unidades Básicas de Saúde que têm CTA Descentralizado;

29 de novembro: Ação do SPE e PSE na Escola Plácido de Castro;

30 de novembro: Blitz Educativa e testagem nos seguintes pontos da Cidade:
- Avenida Fernando Guilhon, em frente à Casa Brasil;
- Avenida Curuá-Una, em frente à Escola Rio Tapajós;
- Avenida Barão do Rio Branco, em frente ao CTA.

1º de dezembro: Ação no Centro Comercial de Santarém com a participação de todos os parceiros envolvidos na Semana (CEPES, UEPA, FIT, IFPA, SMT, GADA, CASA BRASIL, GHS E AMARV)

Fonte: PMS

MORRE EM SÃO PAULO O JORNALISTA JOELMIR BETING

 
 
Morreu no início da madrugada desta quinta-feira (29) o jornalista Joelmir Beting, aos 75 anos. Ele estava internado desde o dia 22 de outubro no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e, no domingo (25), sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE).
Nesta quarta-feira (28), o hospital Albert Einstein informou que o jornalista estava em coma irreversível.
O corpo de Joelmir Beting será velado a partir das 8h, no Cemitério do Morumbi, na Zona sul. O velório vai ser aberto ao público. A cremação ocorrerá no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, às 16h, numa cerimônia restrita à família.
 
Seu filho, o também jornalista Mauro Beting, divulgou na rede social Facebook o horário da morte do pai, e escreveu: “um minuto de barulho por Joelmir Beting: 21 de dezembro de 1936 - 0h55 de 29 de novembro de 2012”. Mauro estava no ar, na Rádio Bandeirantes, quando soube da morte do pai, e leu uma carta.
Joelmir Beting e sua mulher durante jantar em Nova York; coma é irreversível (Foto: Alcyr N. da Silva/Folhapress)
Joelmir Beting e sua mulher, em NY.
(Foto: Alcyr N. da Silva/Folhapress)
 
Joelmir atuava como comentarista de economia no grupo Bandeirantes. Ele tinha mais de 55 anos de carreira.
Joelmir Beting nasceu em Tambaú, interior de São Paulo, em 21 de dezembro de 1936. Em 1957, começou a estudar sociologia na Universidade de São Paulo (USP) para fazer carreira no jornalismo. Em 1957, iniciou carreira na editoria de esportes. Trabalhou nos jornais “O Esporte” e “Diário Popular” e também na rádio Panamericana, que posteriormente virou Jovem Pan.
Em 1962, sociólogo formado, trocou o jornalismo esportivo pelo econômico. Em 1968, virou editor de economia do jornal “Folha de S.Paulo”. Em 1970, lançou sua coluna diária, que foi publicada durante anos por uma centena de jornais brasileiros, com o timbre da Agência Estado.
 
Morre o jornalista Joelmir Beting (Foto: Reprodução Globo News)joelmir Beting. (Foto: Reprodução Globo News)
 
Em 1991, o profissional iniciou nova fase no jornal “O Estado de S.Paulo”. A coluna foi mantida até 30 de janeiro de 2004. No mesmo ano que ela foi lançada, em 1970, Joelmir também começou a passar informações diárias sobre economia nas rádios Bandeirantes, CBN, Jovem Pan e Gazeta e nas redes de TV Bandeirantes, Gazeta, Record e Globo, até 2003.
 
Em março de 2004 voltou ao grupo Bandeirantes. Permaneceu até hoje como comentarista econômico nas rádios Band News FM e Bandeirantes, e também do Jornal da Band, na TV. Também era um dos âncoras do programa de entrevistas “Canal Livre”. Na Rede Globo, trabalhou por 18 anos.
Ele escreveu ainda dois livros: "Na prática a teoria é outra" e "Os juros subversivos".
Joelmir Beting deixa dois filhos: o publicitário Jean Franco e o jornalista esportivo Mauro.
Joelmir Beting (Foto: Fernando Sampaio/Estadão Conteúdo)Joelmir Beting. (Foto: Fernando Sampaio / Estadão Conteúdo)

Motociclista bate na traseira de carro e morre

Motociclista bate na traseira de carro e morreUm motociclista, de 23 anos, morreu após bater na traseira de um carro por volta das 9 horas, da noite desta quarta-feira (28), na comunidade de São Jorge, KM 30 da rodovia Santarém Curuá-Una.

De acordo com testemunhas, a vítima identificada como Carlos Elder Gomes dos Santos seguia em alta velocidade, quando colidiu com o carro de Othon Raimundo Gomes de Andrade que estava estacionado em frente a casa. “O carro tava com os faróis apagados aí chegou a bater, aí na hora a gente correu no escuro e ele já estava jogado no chão”, conta o morador Alfrenor Sousa.
A vítima, Carlos Elder Gomes dos Santos de 23 anos


O condutor do carro, Othon Raimundo Gomes de Andrade


O jovem morreu na hora. Com impacto da batida, o corpo da vítima foi arremessado para frente do carro. O veículo ficou com a parte traseira bastante danificada.

Equipes do Policiamento de Trânsito (Ptran) e do Boletim de Ocorrência no Trânsito (BOAT) apuraram as primeiras informações necessárias para identificar as causas do acidente.
 
Segundo o sargento do Ptran, a informação de que o alerta do carro estaria desligado pode contribuir para a punição do motorista. “Vamos pegar o depoimento do condutor do carro e se realmente proceder, poderá ser sancionado”, afirma Lindenberg.

A falta de iluminação e de acostamento em trechos da rodovia, também foi apontada como uma das principais causas do acidente. “É muito perigoso porque não tem acostamento e eles descem aqui em alta velocidade”, conta Alfrenor.

Redação notapajos com informações de Roberta Freitas

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

PARA NELSON VINENCCI, LUGAR DE POBRE É NA FAVELA!


A polêmica do empreendimento da Buriti Imóveis, na rodovia Fernando Guilhon, é de simples entendimento. Os governos, municipal e estadual e as autoridades envolvidas no caso, agiram corretamente impedindo a invasão que certamente terminaria em mais uma favela. Acontece que ali naquele local é uma área nobre que pobres e aventureiros, queriam ganhar no queixo, invadindo, loteando e depois implantando mais uma favela horrível em plena chegada na cidade de quem vem do aeroporto.


Rapidamente todos de bom consenso expulsaram os espertalhões e como manda a lei do capital, já que somos um país capitalista, deixaram para que os verdadeiros donos fizessem o que deveria ter sido feito, negociar com os milionários da Buruti.

 
A prefeita Maria do Carmo, rapidamente construiu do outro lado, moradias dignas para os pobres, pois seria muita pretensão de pobre, querer morar em área nobre, só em Santarém que tem gente defendendo essa teoria absurda, me desculpem, mas é absurda.

 
No mundo inteiro os pobres moram em locais de pobres e os ricos em locais de ricos e aqui não deveria ser diferente, por isso, o que aconteceu de fato na Guilhon, foi colocar cada qual no seu cada qual. Os pobres no outro lado e os ricos na área nobre.

 
Quanto a questão ambiental, o empreendimento da Buruti é milionário e vai reflorestar tudo, hoje a tecnologia moderna permite plantar árvores robustas em cima de edifício, imagina ali naquela área, pelaram tudo para vender os lotes aos bacanas e depois reflorestar tudo.

 
Olhem para o futuro, é lá que eu sonho morar um dia como minha família, apesar de ser ainda um pobre, e estar do lado daqui da rodovia, mas eu penso no amanhã, ali vai ser um lindo condomínio chique que quando a gente passar em breve, vai se orgulhar de ter amigos morando por lá.

 
Esse negócio de área ambiental é ingrisilha para atrapalhar o desenvolvimento da Amazônia, afinal o que queremos: favela ou condomínio de luxo?


 
Assinado: Nelson Vinencci


FONTE: Blog do JK.

Delegado do Amazonas diz que vítimas de pedofilia são "meninas rodadas"

 
O delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Josué Rocha, usou a expressão "meninas rodadas" ao ser questionado nesta segunda-feira (26) pela Folha se empresários e políticos investigados por crimes de pedofilia e prostituição de crianças e adolescentes tinham preferência por menores virgens.
 
"Essa questão [compra] da virgindade não foi detectada, até porque, quando uma menina começou com 13 anos, ela não era mais virgem. São meninas rodadas, exatamente, são meninas que tiveram passagens por vários clientes", afirmou, em Manaus, o delegado-geral.
Na última sexta-feira (23), a Polícia Civil desencadeou operação contra esse tipo de crime. Oito pessoas, suspeitas de agenciar as meninas, continuam presas, preventivamente. Cerca de 30 garotas, com idades de 12 a 17 anos, já prestaram depoimentos.
Josué Rocha disse que o número de "clientes" investigados chegou a 18. Eles foram denunciados pelas menores, entre os quais empresários do ramo da educação e da construção e donos de hotéis, boates e supermercados.
Segundo a polícia, os "clientes" pagavam os programas com roupas, celulares, máquinas fotográficas e dinheiro.
"As vítimas não relutaram em declarar seus algozes", afirmou o delegado-geral.
Procurado pela reportagem, o coordenador do Centro de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Amazonas, promotor Fábio Monteiro, criticou a declaração do delegado-geral Josué Rocha sobre a virgindade das meninas.
"É uma visão completamente equivocada e infeliz [do delegado]. Pessoas nessa faixa etária não têm experiência de vida suficiente, daí ser proibido por lei a prostituição infantil e a pedofilia", afirmou.
A operação "Estocolmo" é dirigida pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente. Os crimes investigados são estupro de vulnerável, exploração sexual e rufianismo (obtenção de lucro através de exploração sexual).
 
 
FRONTEIRA
 
Em São Gabriel da Cachoeira, fronteira com a Colômbia, a Polícia Civil abriu inquérito em 2011 para investigar crime de exploração sexual contra meninas indígenas. Elas denunciaram nove homens, mas nenhum deles foi preso ou indiciado.
Devido a morosidade da investigação na Civil, a Procuradoria Geral da República pediu a federalização de três inquéritos. O Tribunal de Justiça do Amazonas ainda não se posicionou sobre o deslocamento dos inquéritos à Polícia Federal. Até o momento os suspeitos não prestaram depoimentos na polícia.
 
G1

Incêndio gigantesco destrói casas em bairro da Zona Oeste de Manaus

Fogo teve início pouco depois de 8 horas e foi controlado ao meio-dia. Segundo autoridades, 300 famílias perderam as casas.
 
 
Bombeiros conseguiram controlar incêndio em casas no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
 

Após três horas de duração, o Corpo de Bombeiros conseguiu controlar o incêndio na Rua Artur Bernardes, no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus. O incêndio teve início às 9h desta terça (27) e, segundo informações das autoridades, as casas de, pelo menos, 300 famílias estão desabrigadas.
Para o controle do incêndio, o Corpo de Bombeiros contou com a ajuda da Infraero. Além disso, também participaram da operação a Petrobras, Defesa Civil Estadual e Municipal, Amazonas Energia, Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) e Guarda Municipal. Dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) apontam que dez pessoas foram atendidas pelas equipes de socorro, todas com ferimentos leves.

Segundo informações do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Dias, escolas da região foram evacuadas pelo risco apresentado pelo fogo, além de considerar que a ação foi satisfatória, pois nenhuma pessoa saiu ferida.
Sobre a demora no controle das chamas, ele considerou dois fatores significativos. "Foi complicado devido à dificuldade de acesso, por serem locais muito estreitos, além da facilidade de propagação do fogo, pois, aqui, há muito material inflamável", disse, concluindo que considera a estrutura do órgão boa para esse tipo de desastre.

Famílias desabrigadas estão na Avenida São Jorge, Zona Oeste de Manaus (Foto: Ana Graziela Maia/G1 AM)
 
Moradores das casas atingidas pelo incêndio tiveram que utilizar o igarapé do São Jorge para conseguir salvar o que restou dos objetos pessoais e eletrodomésticos. Os desabrigados estão sendo encaminhados ao Ginásio Ninimberg Guerra, localizado também no bairro São Jorge.

Famílias utilizam canoa para tentar salvar pertences de incêndio, em Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
 
O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) precisou alterar o tráfego de veículos na Avenida Constantino Nery e Rua João Valério. Somente após o controle do incêndio, o trânsito na região voltou a ser normalizado.

Incêndio de grandes proporções atingiu casas na manhã desta terça-feira, em Manaus (Foto: AVG/Rede Amazônica)
 
 
G1

Felipão será o novo técnico da Seleção

Felipão será o novo técnico da SeleçãoA CBF já acertou com um novo técnico para a Seleção, mas não tem mais um diretor de Seleções: Andrés Sanches deixou nesta quarta o cargo, que acabou extinto pelo presidente José Maria Marin, e Luiz Felipe Scolari é o substituto de Mano Menezes. O anúncio oficial de Felipão, campeão mundial em 2002 com o Brasil, será feito na quinta.

Andrés pediu demissão do cargo de diretor de Seleções através de uma carta. Em São Paulo, Marin disse que a posição está extinta para a volta da função de coordenador, exercida nas Copas do Mundo de 1994 e 2006 por Zagallo, de 1998 por Zico e de 2002 por Antonio Lopes. Tetra nos Estados Unidos, Carlos Alberto Parreira é o mais cotado para assumir a tarefa de trabalhar na nova função.

Em seguida, Marin afirmou que o nome do novo técnico será revelado oficialmente na quinta, a tempo de participar do sorteio da Copa das Confederações, sábado. Felipão, que deixou o Palmeiras em setembro, se reuniu com Marin no último final de semana e está com a família em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, mas deve desembarcar em São Paulo ainda nesta quarta para finalizar os últimos detalhes do contrato com a CBF.
 
Na última sexta, dia da demissão de Mano Menezes, uma fonte ouvida pelo GLOBOESPORTE.COM afirmou que Américo Faria, supervisor da Seleção até o Mundial de 2010, também voltaria com Felipão.

- Vai voltar o bigode. E o outro bigode - disse a fonte, fazendo relação com os bigodes de Américo e Felipão, que trabalharam juntos na campanha do penta em 2002.

Nos últimos dias, os nomes de Tite e Muricy Ramalho, inicialmente cotados, nem foram mais comentados nos bastidores da entidade, que se uniu em torno de Felipão, principalmente com o enfraquecimento de Andrés Sanches, que era contra o nome do treinador e entregou sua carta de demissão na manhã desta quarta. Durante esta semana, houve um encontro entre dirigentes da CBF e o provável novo comandante, que tem, principalmente, o respaldo do presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero.

Felipão deverá escolher seus auxiliares e um dos nomes indicados por Marin é Milton Cruz, observador-técnico do São Paulo há 18 anos. O presidente deseja um homem que faça o intercâmbio entre o vestiário e a diretoria, e já havia sugerido Milton anteriormente, só que Mano não tinha um relacionamento dos melhores com o auxiliar. Luiz Felipe Scolari não deverá fazer oposição à escolha.

Um assunto a ser resolvido ainda por Marin e Felipão é um problema de relacionamento do gaúcho com a diretoria de comunicações da CBF. Felipão gostaria de trabalhar com outros profissionais.

Marin resolveu apressar o anúncio do novo técnico para que ele esteja presente nos eventos da Fifa, esta semana, que vão culminar no sorteio dos grupos da Copa das Confederações, no sábado. Será a primeira competição do sucessor no comando da Seleção e, até lá, ele deverá ter apenas cinco partidas no comando da equipe.

Ao trocar o nome de “diretor de seleções” para “coordenador da seleção”, um dos intuitos de Marin é poder tirar um dirigente do cargo, no caso, Andrés, e substitui-lo por um técnico, que deverá mesmo ser Carlos Alberto Parreira. Tetracampeão do mundo em 94, ele também mantém contatos com a CBF há algum tempo.

Situação de Andrés ficou ruim após críticas à decisão de Marin

Andrés ficou contrariado com a demissão de Mano Menezes, na última sexta, e avisou que deixaria o cargo no início da semana. Mas alguns notáveis - em especial Ronaldo - tentaram convencê-lo a permanecer. Após declarações no Soccerex, segunda - quando disse que a "tendência era sair" e criticou a decisão da CBF em mudar de treinador -, a situação ficou insustentável. Marin disse a interlocutores:

- Depois dessa entrevista… para mim o Andrés já saiu.

Na terça, o ex-presidente do Corinthians adotou um tom mais ameno - e disse que pretendia até participar do sorteio da Copa das Confederações, como representante da CBF. Mas, na manhã desta quarta-feira, entregou sua carta de demissão - deixando a entidade a menos de dois anos da Copa do Mundo.


Fonte: Globo.com

É sério! Pai mata criança por ele ter feito cocô na calça

É sério! Pai mata criança por ele ter feito cocô na calça O gari de Piracicaba (SP) que matou o próprio filho de 3 anos disse nesta terça-feira (27) que bateu no garoto porque ele fez cocô na calça. Ismael José Brito de Souza, de 24 anos, foi preso por investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) em Francisco Morato (SP), na segunda-feira (26), na casa de um amigo. Ele afirmou que está arrependido. "Eu não lembro o que aconteceu e por que fiz isso." O agressor machucou a vítima com uma borracha usada em inaladores.

O menino foi levado pelo pai ao pronto-socorro da Vila Sônia na madrugada do dia 11 de novembro. No depoimento à polícia, na data, ele disse que a criança havia sido espancada pela mãe e que ela teria ligado para que ele fosse buscá-lo. O garoto foi encaminhado à Santa Casa de Piracicaba, onde foi submetido à cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
 
A criança chegou a ser mantida por aparelhos durante dois dias, até que houve morte cerebral. Em depoimento, a mãe do menino disse que não morava mais com a criança e que não o viu no dia da agressão. O corpo dele foi enterrado no Cemitério da Saudade no dia 16, data em que Ismael completaria quatro anos de idade. Familiares e amigos estão revoltados.

A Justiça da cidade tinha expedido mandado de prisão temporária de Souza e a família procurava pelo agressor, que estava foragido até segunda. Uma campanha realizada pelo tio do menino no Facebook estava em busca do gari.

“Nós priorizamos o caso devido à forte comoção causada pelo caso”, disse o delegado Wilson Lavorenti, responsável pela DIG. O desempregado será encaminhado para a cadeia pública de São Pedro (SP).

Como ocorreu o crime
Souza chegou com o filho em casa por volta das 19h e foi colocar o garoto para tomar banho. No trajeto para o banheiro, o menino fez cocô na calça e Souza começou a bater. Ele justificou dizendo que também sofreu agressões na infância. "Meu pai também batia em mim quando criança", disse. O gari, que foi demitido da Prefeitura por faltar do emprego, falou ainda que a madrasta não estava envolvida no caso. "Eu acusei a mãe do menino porque tive medo."

Fonte: G1

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Incêndio na estrada ameaça motoristas e rede de energia


Incêndio na estrada ameaça motoristas e rede de energiaUm incêndio consumiu, na noite de segunda-feira (26), a vegetação que fica às margens da Rodovia Santarém Curuá-Una, na Serra do Diamantino, entre as comunidades Mararu e Estrada Nova.

As chamas se espalharam rapidamente devido a vegetação está seca. O fogo prejudicou a visibilidade de motoristas que passavam pela via, ameaçou atingir um poste de energia elétrica e casas próximas.

 
Ao detectar o perigo, os moradores acionaram a equipe do Corpo de Bombeiros que após muito trabalho, conseguiu conter o incêndio.




Redação notapajos com informações de Roberta Freitas

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Após 19 anos casado, esposo descobre que esposa era 'homem'

Após 19 anos casado, esposo descobre que esposa era 'homem'Um belga de 64 anos pediu a anulação de seu casamento depois de descobrir que sua mulher, uma indonésia de 48 anos, com quem está casado há 19 anos, tinha nascido homem e havia passado por uma cirurgia de mudança de sexo.

Jan e Monica se casaram em 1993, segundo o jornal "Het Nieuwsblad".

"Achei que ela fosse uma mulher. Ela não tinha traços masculinos", disse Jan. "Mesmo durante o sexo, eu nunca percebi nada", disse ele, que só descobriu recentemente que sua esposa era transexual.

Na época em que a mulher mudou para a Bélgica, a Justiça belga chegou a levantar dúvidas sobre a autenticidade de seus documentos, mas, mesmo assim, Jan não desconfiou de nada e decidiu se casar.
 
Jan contou que ele e sua mulher tinham decidido não ter filhos, porque ele tinha dois de um casamento anterior.

Ele começou a desconfiar da esposa depois que ela começou a usar roupas muito chamativas, minissaias e tops minúsculos.

Jan iniciou um processo judicial para ter o casamento anulado.

Fonte: G1

Vídeo de bebê fazendo de tudo para não dormir vira sucesso na Internet

Cochilo do pequeno Leo virou hit na web (Foto: Reprodução/YouTube)Mais um bebê virou hit no YouTube. Desta vez, foi o Leo, um menininho que luta com todas as suas forças contra o sono em um carro. A filmagem tem pouco mais de um minuto e meio de duração e mostra o neném alternando sorrisos e cochilos, claramente morrendo de vontade de dormir, porém tentando se manter acordado para brincar com a mãe.
 
As caras e bocas que Leo faz na sua árdua batalha contra o sono são hilárias e viraram um grande sucesso na web. O vídeo foi publicado no YouTube em setembro de 2009, no entanto, continua sendo bastante acessado até hoje. Até o momento, já são mais de 1,1 milhão de visualizações na gravação, com quase cinco mil pessoas que clicaram em “gostei”.
Entre os comentários, é claro, muitos adjetivos como “lindo” e “fofo”. Carolyn Janz, por exemplo, escreveu que “Ele é tão fofo e feliz. É claramente apaixonado pela mamãe”. Já Jacquie Wolf agradeceu pelo vídeo: “Obrigado por compartilhar! É o mais fofo de todos”.
 
Confira o vídeo abaixo:
 
 
 
techtudo.com.br

SANTARÉM - Acusados de estupro de vulneráveis são presos


 
Dois casos de estupro de vulnerável foram registrados em Santarém, no final de semana. As vítimas são adolescentes de 14 anos.

O primeiro caso ocorreu na localidade conhecida como Raimundo dos Pereiras, no município de Mojuí dos Campos. Raimundo Vieira, 32 anos, foi preso no último domingo (25), pela Polícia Militar acusado de molestar a própria filha. Os abusos, segundo a denúncia, vinham sendo praticados por ele desde quando a menina tinha 11 anos. Hoje, a vítima está com 14 anos.

Raimundo foi trazido daquele município para Santarém e levado para a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde lá foi autuado em flagrante pelo delegado Djalma Pereira.

O segundo caso envolve o jovem Giovani de Souza Brito, 19 anos. Ele foi preso também na tarde de domingo por uma guarnição da PM, acusado de estuprar uma menor de 14 anos. O rapaz nega e diz que era namorado da garota. A mãe da menina decidiu denunciá-lo à polícia.

O rapaz foi autuado em flagrante pela delegada Andreza Souza Alves, titular da Delegacia da Mulher.

Ambos os acusados serão transferidos para o Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, em Cucurunã, onde ficarão à disposição da Justiça.

Homens acusados de roubar burro são amarrados ao animal

Homens acusados de roubar burro são amarrados ao animalEles foram espancados por moradores da cidade de Otumba. Após oito horas de negociação, suspeitos foram entregues à polícia.

Quatro homens que foram acusados de roubar dois burros na cidade de Otumba, no México, foram amarrados a um dos animais e espancados pela comunidade local neste domingo (25).

Os homens ficaram amarrados por cerca de oito horas, período no qual sofreram abusos físicos. Após uma longa negociação, os moradores entregaram os suspeitos de roubo para a polícia, segundo a mídia local.

Fonte: G1

EXTERMÍNIO EM PARAUAPEBAS: 6 PESSOAS SÃO EXECUTADAS. VEJA AS FOTOS

A população de Parauapebas está chocada com notícia de que seis pessoas foram sumariamente executadas com disparos de arma de fogo e golpes de faca durante a noite de Sexta-feira (23). Das seis vítimas assassinadas, duas são do sexo feminino e uma é um adolescente de 15 anos de idade. Outras duas pessoas foram internadas no hospital municipal com ferimentos pelo corpo.


As seis vítimas fatais são as seguintes pessoas: Marcos Vinícius da Silva Oliveira (15 anos), Francisco Marçal da Silva (47 anos), Antonio Edson Mendes da Silva, conhecido por “Cabeludo” (36 anos); Lorena Costa de Brito (20 anos), Kailene Araújo Rocha (26 anos) e Joelcy Gomes Nunes.


Francisco Silva Moura (17 anos), que sofreu um tiro na virilha, com o balim saindo pelo ânus, e Tallya Mayra Leal, atingida com três tiros, foram internados com vida no hospital municipal de Parauapebas, onde até ontem (sexta) se encontravam sob observação médica.


De acordo com o que apurou a reportagem junto à polícia, Marcos Vinícius, que foi assassinado com dois disparos de arma de fogo, um deles abaixo do peito e outro na coxa direita, e faleceu no local do crime, e Francisco Silva (baleado) foram atingidos simultaneamente, por volta das 23 horas de quinta-feira (22), nas proximidades do “Morro do Macaco”, Bairro Liberdade.


Por sua vez, Francisco Marçal, que residia na Rua da Mangueira, Bairro Nova Vida, Parauapebas, perdeu a vida no local do atentado, depois que foi atingido com um tiro em um dos olhos, por volta das 23h30, no mesmo bairro onde a vítima morava.


A mulher Kailene Araújo foi assassinada por volta das 5h20 na Rua G, Bairro União, com uma faca que ficou cravada até o cabo nas costas dela, enquanto que Lorena Costa, que chegou a ser levada ainda com vida ao hospital, foi executada com disparos de arma de fogo no Bairro Liberdade.


Já Antonio Edson e Joelcy Gomes Nunes perderam a vida no mesmo local, na Avenida Brasil, Bairro Rio Verde, por volta de 00h40.

INVESTIGAÇÕES

Preocupados com a repercussão dos seis homicídios registrados na cidade, o delegado Antonio Miranda Neto, diretor da 20ª Seccional Urbana de Policia Civil em Parauapebas, e o ten-cel. PM Mauro Sérgio, novo comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar em Parauapebas, se reuniram às pressas na manhã de ontem (23), no quartel do 23º BPM, para deslanchar, em conjunto, investigações das seis execuções mortais.

O primeiro ato das duas polícias foi diligenciar ontem (23) mesmo esporádicas blitze em vários pontos da cidade de Parauapebas e em municípios vizinhos, com o objetivo de localizar e prender os autores das seis mortes e das duas pessoas baleadas.

Em declarações prestadas à reportagem, o delegado Antonio Miranda informou que, com exceção da mulher assassinada com facada no Bairro União, as cinco execuções foram praticadas numa ação simultaneamente pelos mesmos pistoleiros.

A autoridade policial assegurou que as investigações estão avançadas no sentido de identificar, localizar e prender os autores dos seis homicídios. Algumas das vítimas, segundo a polícia, tinham envolvimento com consumo e tráfico de droga. Há suspeita de que os matadores usavam uma moto preta.

O ten-cel. Mauro Sérgio, que na quinta-feira (22) assumiu em Marabá o comando do 23º Batalhão de Polícia Militar em Parauapebas, prometeu que a corporação vai agir com dureza contra bandidos que atuam na região de jurisdição do 23º BPM, com o intuito de diminuir o índice de criminalidade.

O novo comandante local da PM prometeu que vai trabalhar com afinco, em conjunto com a Polícia Civil, para baixar o índice de violência em Parauapebas e municípios vizinhos.

domingo, 25 de novembro de 2012

Disciplina militar é segredo de escola com maior nota do PA no Enem

Colégio Rego Barros teve maior média do Enem 2011 no Pará (Foto: Luana Laboissiere/G1)O colégio federal Tenente Rego Barros foi a escola paraense com a maior média geral do Enem 2011, conforme dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) na última quinta-feira (22). Com uma média de 626,8, a escola se destacou entre os colégios de Belém.
 
O critério utilizado para inclusão de uma escola na lista divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) é o mesmo do sistema "Prova Brasil", apenas com unidades em que pelo menos 50% dos alunos matriculados e com o mínimo de dez alunos que estavam concluindo o ensino médio participaram do exame. Os números levam em consideração os dados do Censo Escolar.
 
Do ensino fundamental ao médio, o uso do uniforme completo é exigência para poder frequentar as aulas (Foto: Luana Laboissiere/G1)
 
 
Disciplina de quartel

 Um total de 1.540 alunos está matriculado na escola de ensino fundamental e médio Tenente Rego Barros. Desse montante, 340 estudantes estão distribuídos em 12 turmas de ensino médio que preparam candidatos para exames vestibulares no estado e em todo o país. Cerca de 100 alunos integram as turmas do terceiro ano, que comportam apenas 30 estudantes por sala.
Comandar a complexa estrutura cabe à união de diversos profissionais: a diretora geral Deusélia Nogueira, a diretora administrativa Anahy Treptow, e a diretora pedagógica Marlete Araújo, que, com o apoio e a supervisão militar do Tenente Coronel Joan, mantêm a ordem, o rigor e a disciplina que tornaram o Rego Barros uma referência em educação no estado.
“A escola é maior que todos nós, é parte da gente. Isso aqui é uma família. E como toda família, também temos problemas, que são superados com a cooperação e o envolvimento de todos”, resume Anahy Treptow, ex-aluna do Rego Barros e hoje à frente da direção administrativa. As reuniões com a equipe de 120 professores e os demais funcionários que atuam na escola acontecem semanalmente para mapear os problemas e buscar as soluções para as ocorrências do cotidiano.
 
 
 Deusélia Nogueira, Anahy Treptow e Marlete Araújo, com o apoio do supervisor militar Tenente Coronel Joan, comandam a escola Rego Barros (Foto: Luana Laboissiere/G1) 
 
Fazer parte do corpo discente do Rego Barros não é tarefa fácil. A direção geral da escola informou à reportagem do G1 que a instituição se trata de uma escola assistencial da Aeronáutica, que recebe como alunos os filhos ou familiares de militares da instituição. Porém, a direção esclarece que 36,2% do total de alunos matriculados é composto por civis sem vínculo militar. Até 2007, para ingressar na escola era necessário se submeter a um concorrido processo seletivo.
De acordo com a diretora geral Deusélia Nogueira, o Rego Barros não recebe dotação orçamentária. Por essa razão tem como fonte de recursos a contribuição mensal dos responsáveis financeiros dos alunos. O valor, que varia entre R$ 67,00 até R$ 237,00 (conforme a patente do militar responsável pelo aluno), é reajustado segundo o índice que regula o aumento do valor das mensalidades escolares. Com o pagamento desse valor mensal são quitadas as despesas fixas da escola.
“O apoio que recebemos do Ministério da Educação (MEC) vem com os livros didáticos que são distribuídos aos alunos, a merenda escolar e os equipamentos de informática que estão nos laboratórios e são usados pelo alunado”, esclarece a diretora geral.
 
Um total de 1.540 alunos está matriculado na escola que oferece ensino fundamental e médio. (Foto: Luana Laboissiere/G1)
 
Comum à rotina das escolas militares, a disciplina está na ordem no dia como a letra do hino nacional, cantado diariamente no momento de entrada dos alunos. E não para por aí: o uniforme se alinha ao rigor. Em duas versões: blusa branca com calça de malha leve, usada para atividades físicas, e o conjunto de camisa azul clara, calça de tecido azul escuro, sapatos pretos e meias brancas, os itens dos uniformes são conferidos cotidianamente pela equipe de inspetores que circula nas dependências da escola. O uso de roupas civis é permitido apenas em três ocasiões distintas: dia de Carnaval, festa junina e recebimento de boletim escolar, como aconteceu nesta sexta-feira (23), data em que a reportagem visitou a escola.
A rotina de estudos não é diferente. Os alunos têm aulas de segunda à sexta-feira, com sábados reservados à aplicação de testes, avaliações e simulados ao estilo ENEM. O início das aulas ocorre pontualmente às 13h, com encerramento às 18h. Mas a carga horária é complementada três vezes durante a semana pela manhã, com entrada às 7h e término às 11h15. Atrasos, claro, acontecem, porém, devem obedecer a uma tolerância, cronometrada, de 10 minutos.
“O atraso é registrado na ficha do aluno, e conforme o número de infrações cometidas, somadas a outras infrações, cabe uma medida que dependendo da gravidade, pode ser alvo de advertência, suspensão e até expulsão”, esclarece a diretora pedagógica Marlete Araújo.
De acordo com a direção, as aulas complementarem pelo turno da manhã foram uma alternativa encontrada para dar cumprimento ao espartano cronograma de 43 aulas semanais a que devem obedecer os alunos do último ano do ensino médio.
 
lunos concluintes do ensino médio comemoram colocação no ENEM (Foto: Luana Laboissiere/G1)
 
Após conversar com grupos de alunos às vésperas da conclusão do ensino médio, cada um conta a própria fórmula que desenvolveu para garantir ao Rego Barros o primeiro lugar no pódio do ENEM no estado do Pará.
“Eu acredito que nós já estamos à frente por sermos poucos alunos por sala, diferente do que se observa na maior parte das escolas e cursinhos de Belém. No final, isso também faz a diferença porque favorece a concentração e o foco na preparação.”, teoriza Bianca Bandeira dos Santos, estudante de 17 anos.
Candidato ao curso de Medicina de uma universidade federal, Victor Augusto Domingues, de 17 anos, credita à exigência o perfil de sucesso dos alunos. “A escola é muito exigente de um modo geral. A nota mínima para ser aprovado é 7. O nível das provas também é alto. Ou seja, você sempre tem que estar estudando, focado, para manter as notas altas, e isso exige cada vez mais de você. E é uma exigência que só traz benefícios para o aluno e para a escola.”
Para o estudante Willian Eduardo Barbosa, de 17 anos, a autoconfiança conquistada no dia a dia da escola é um diferencial de peso. “Eu me sinto feliz de verdade por ter a oportunidade de estudar aqui; uma chance que não são todos que têm. Com as aulas que temos, com o nível dos professores com que podemos contar, eu não posso me sentir de outra forma senão bem preparado, confiante para ingressar no curso de Engenharia Civil da UFPA. E nossa preparação aqui é tão forte, que pouco sobra o que complementar em casa.”, ensina o candidato.
Ana Belle Lima, de 16 anos, acredita que o bom resultado é apenas a fase final de um longo processo, iniciado ainda quando aprenderam as primeiras letras, e na mesma escola. “Para quem estuda aqui, percebe que a preparação vem da base. O trabalho é desenvolvido desde as séries iniciais. Muitos de nós crescemos juntos, e chegamos juntos até o terceiro ano. A gente até brinca que ninguém aqui é concorrente, os alunos de fora (das outras escolas) é que briguem pelas vagas”, assevera a jovem.
Segundo Deusélia Nogueira, que exerce a direção desde 2007, a fórmula não vem pronta. “Se podemos dizer que existe essa fórmula, ela é feita de compromisso e dedicação com o trabalho realizado todos os dias dentro e fora de sala de aula. O resultado, sempre positivo, é apenas um reflexo, a merecida consequência de todo esse empenho”.
 
 
Mente sã e corpo sadio

 A prática do esportes é outro item indispensável no currículo da escola, com aulas desde o nível básico até o último ano do ensino médio. “O exercício, além de manter o corpo forte e saudável, proporciona a socialização dos alunos em modalidades como o futsal, basquete, vôlei e handebol. É o velho princípio do ‘mens sana in corpore sano’”, explica a diretora pedagógica Marlete Araújo.
Neste ano, o Rego Barros agregou às opções de esportes já existentes, a prática do pilates e da capoeira, que vem sendo bem recebida entre os estudantes. Além dos esportes, atividades como o clube de xadrez e os grupos de música e de artes cênicas procuram estimular a criatividade e desenvolver as habilidades extra sala de aula.
André Lopes Valente exibe, orgulho, a medalha de ouro conquistada na 15ª Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (Foto: Luana Laboissiere/G1)
Além dos bons resultados no ENEM e em exames vestibulares, a escola também comemora conquistas em outras competições discentes: as olimpíadas escolares. Na premiação de 2011 da 7ª Olimpíada Brasileira de Matemática da Escola Pública, um aluno levou a medalha de ouro, dois estudantes faturaram a prata e mais dois discentes ganharam o bronze. Além destes, outros 17 estudantes da escola receberam menções honrosas.
Em 2012, André Lopes Valente, aluno do terceiro ano do ensino médio, conquistou a medalha de ouro na 15ª Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (XV OBA 2012), concurso ocorrido em maio e que contou com a participação de concorrentes de todo o país.
 
 
G1

BARBARIDADE: MÃE MATA O PRÓPRIO FILHO, O CORTA AO MEIO E JOGA SEUS RESTOS MORTAIS AOS URUBUS

Uma barbaridade, um crime cruel, uma covardia, essas palavras são poucas para definir este crime. Ana Paula Bastos, de 18, uma jovem inconsequente que não se preveniu na hora de manter relação sexual com seu parceiro, deixou- se levar pelo prazer carnal e não pensou nas consequências de seu ato insano, e ela veio uma gravidez impensada que atormentou sua vida e lhe levou ao estagio mais baixo da vida ou fundo do poço, com passagem garantida só de ida ao inferno se existir.
 
A jovem Ana Paula Bastos, 18 anos, acusada de cortar ao meio o filho recém-nascido, foi submetida na tarde desta sexta-feira (23) a exames psicológicos no Centro de Apoio Psicossocial (Caps) do município de Esperantina-PI. Segundo o delegado Lucas Craveiro, a jovem, durante depoimento confessou, que tentou esconder a gravidez por medo da família. “Ela disse que o pai dela não aceitava a gravidez.
 
Ela também declarou que tinha dúvidas sobre a paternidade da criança”, relatou. O resultado dos exames realizados deve sair a qualquer momento, segundo Lucas Craveiro. “Acredito que possa ser solicitada a realização de novos exames em Teresina, mas independente do resultado de hoje, ela permanecerá presa para que possamos resguardar sua integridade física”, informou.
 
Entenda o caso Ana Paula Bastos foi presa nesta sexta-feira (23) acusada de ter cortado ao meio, com uma faca de cozinha, seu bebê recém-nascido, e ainda arremessado o corpo pelo muro no bairro Morro da Onça em Esperantina. Apenas uma parte do corpo do recém-nascido foi encontrada por populares, no terreno que pertence a uma capela. A polícia suspeita que a outra parte tenha sido devorada por urubus.
 

Caso seja confirmado que a jovem agiu em função de problemas psíquicos, ela poderá responder por infanticídio. Mas caso comprovado que praticou o crime apenas por crueldade, será autuada por homicídio.
 
Nota do blogueiro Junior Ribeiro de Itaituba.
Uma barbaridade, um crime cruel, uma covardia, essas palavras são poucas para definir este crime. Ana Paula Bastos, de 18, uma jovem inconsequente, que não se preveniu na hora de manter relação sexual com seu parceiro, deixou- se levar pelo prazer carnal e não pensou nas consequências de seu ato insano, pouco tempo depois ela veio, uma gravidez impensada que atormentou sua vida e lhe levou ao estagio mais baixo da vida, ao fundo do poço, com passagem garantida só de ida ao inferno se existir.

 
Sem ter nada a ver com a irresponsabilidade dessa jovem, em seu ventre gerou-se uma vida, mesmo sem ser esperada, a jovem tendo a rejeição de seu pai, que não aceitava sua gravidez, e para piorar, ela não sabia quem era o verdadeiro pai daquela vida que se gerava, fatos estes que lhe deixaram translouca.
 
Cumprindo o ciclo da vida a criança veio mundo para viver, mas quem diria, que quem lhe gerou teria a coragem de lhe tirar a vida, ainda de uma forma inadmissível perante aos homes e pior pela lei divina, tendo a coragem e a frieza de cortar ao meio seu próprio filho, que ficou 09 meses em seu ventre respirando o mesmo ar, aquele anjo caiu nas mãos de uma pessoa possuída pelos anjos do diabo, que lhe confundiram a cabeça e lhe fizeram com que cortasse (matasse) aquele anjo como se fosse um animal, mas nem com um animal pode se fazer isso, uma vida, sendo decepado ao meio, e ainda mais, uma das partes sendo jogada aos abutres que saciaram sua fome de carne humana.
Pergunto em que mundo estamos? Cadê o amor de pai para filho e de filho para pai? Onde estão os valores morais das pessoas? Cadê o respeito ao próximo? Ninguém se levanta mais para uma grávida, para um idoso, para um doente, o que se pensa nessa hora? Será que nunca vai adoecer, ficar velho, ter problemas. Os valores estão sendo esquecidos nesse mundo moderno, o mal esta acabando com as pessoas.
Quanto vale uma vida para? Um cigarro, um real, uma cerveja? Hoje se mata por pouco. Você e capaz de dizer quando vale uma vida? E a sua, vale quanto? As coisas quando não acontecem com a gente não se importamos, não ligamos, não estamos nem ai, e quando acontece, que ninguém liga para você, o que pensar? Estamos sendo consumidos pelos prazeres da vida mundana, faz quanto tempo que você não agradece a Deus? Muita gente diz, agradecer o que e por quê? Não sou rico, não tenho carro, não tenho moto. E sua vida, não vale nada? Hoje você anda, enxerga, come, bebe, é saudável, enquanto tem gente que não anda, não enxerga, não come, tudo isso são coisas que somos privilegiados de ter e não valorizamos.
Nos dias atuais, pai mata filho, filho mata pai. Em sua opinião qual seria a punição adequada para esta jovem? Prisão perpetua? Pena de morte? E se você uma parente sua? Teria o mesmo pensamento? Quem foi o culpado desse ato, foi ela que matou? Foi o pai que a rejeitou? O que passou pela cabeça dela? Que se fizesse isso resolveria seus problemas e ninguém iria descobrir? Gente, todas essas perguntas feitas neste texto, não serão respondidas nem pelos maiores psicólogos do mundo, sabe por quê? Porque eles irão deduzir as respostas, mas de todas as perguntas só saberíamos responder se qualquer fato desses citados acontecesse com um de nós. Exemplo: Você consegue explicar para alguém a emoção de ser mãe ou pai? A resposta é sim! Mas, ele ou ela iriam apenas imaginar tal emoção, mas só irão sentir se algum dia forem pai ou mãe.

Texto: Junior Ribeiro

Fonte: Blog do Junior Ribeiro

Presidente 'mais pobre do mundo' dirige um fusca e doa 90% do salário

José Mujica, presidente do Uruguai, com seu fusca 87 (Foto: Reprodução)Aos 77 anos, o uruguaio José Mujica, presidente do Uruguai, é um ex-guerrilheiro tupamaro que passou 14 anos preso, a maioria durante a ditadura uruguaia (1973-1985). Ele vive em uma pequena chácara nos arredores de Montevidéu junto com sua esposa, a senadora Lucía Topolansky. Ali cultiva flores e hortaliças que vende nos mercados locais.
Quando não está realizando trabalhos oficiais, o chefe de Estado faz questão de dirigir o seu próprio carro, um fusca azul, de 1987, avaliado em pouco mais de US$ 1.000. Mujica dispensa empregados. Faz suas próprias compras no bairro onde vive e frequentemente é visto em restaurantes populares com seus colaboradores no entorno da sede do Governo, no centro de da capital uruguaia.
Seu salário, de US$ 12,5 mil mensais, não fica todo com ele. O presidente uruguaio fica com US$ 1.250 e doa 90% para a construção de casas populares. Segundo sua última declaração de renda, de abril passado, seu patrimônio e o de sua esposa somam cerca de US$ 212 mil. Eles possuem três terrenos, três tratores e dois carros de 1987."Se tenho poucas coisas, preciso de pouco para sustentá-las", disse recentemente em uma à BBC.
Por conta dessa vida frugal, Mujica é considerado 'o presidente mais pobre do mundo'. E agora é inspiração para um novo perfume. Martín Sastre pretende criar uma fragância com as flores que Mujica cultiva em sua chácara. Segundo o artista, as flores do presidente uruguaio guardam "a essência do autêntico luxo".
A ideia ainda não recebeu o sinal verde do presidente. Mas já tem até nome, "U from Uruguay", e anúncio publicitário. Sastre, artista audiovisual e diretor de cinema nascido em Montevidéu em 1976 e que mora em Madri, disse reconhecer Mujica como "ícone global por causa de sua filosofia de vida", por isso a intenção de criar o perfume.
Se o projeto for concretizado, a fragrância de "Pepe" (como o presidente é popularmente conhecido) seria vendida através de fundações públicas para arrecadar dinheiro e criar um fundo de fomento da produção artística.
 
G1