SCM Music Player

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Aneel atribui apagão no Norte e Nordeste à falha humana

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, atribuiu nesta terça-feira à falha humana o apagão de mais de quatro horas na semana passada em toda a região Nordeste e parte da região Norte do país.
 
O apagão, entre o fim da quinta-feira e a madrugada de sexta-feira, teria sido provocado por um problema no sistema de proteção de uma linha de transmissão que liga as subestações Colinas (TO) e Imperatriz (MA), o que suspendeu o fornecimento de energia em toda a região.
 
"Tem falha humana, sem dúvida nenhuma, na programação da proteção de um equipamento. O equipamento não foi devidamente programado", afirmou Hubner a jornalistas.
 
Além dos Estados do Nordeste e Pará e Tocantins, no Norte, moradores de Brasília disseram que o corte no fornecimento afetou parte da capital federal naquela madrugada.
 
Foi o quarto blecaute de proporções importantes nos últimos dois meses, atestando os desafios para melhora na infraestrutura da maior economia da América Latina. O primeiro atingiu o Nordeste em setembro e outros dois sucessivos deixaram sem luz áreas no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Sistema Acre-Rondônia e o Distrito Federal no início de outubro.
 
"Estamos buscando uma série de ações para coibir esse tipo de falha. O sistema brasileiro, que é tão sofisticado, tem que ter níveis de cobertura em termos de procedimentos, porque não pode a ação de um elemento qualquer causar um defeito. Temos que ter essas proteções, e é isso que vamos buscar."
 
O diretor-geral afirmou que a Aneel está trabalhando em parceria com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para determinar as causas dos últimos casos de falta de energia no país.
 
 
 
Reportagem de Leonardo Goy, MSN Notícias.