SCM Music Player

quinta-feira, 9 de abril de 2015

BLOGUEIRO VIVE O DRAMA DA FALTA DE AMBULÂNCIA EM SANTARÉM.

elielsonElielson Rezende 
Na hora de uma emergência, a primeira atitude quando há feridos é ligar logo para o Núcleo Integrado de Operações (Niop) ou Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Porém, ultimamente, em Santarém, os atendimentos estão limitados por falta de ambulâncias.
O Blogueiro Elielson Rezende, editor do Blog do Acari, viveu na pele a crise que se instalou no SAMU de Santarém. Com fortes dores na área lombar, por ocasião de um problema ósseo,  o mesmo precisou ser levado para o PSM de Santarém para atendimento. Mas ai veio a surpresa, o SAMU não tinha ambulância para atender o cidadão.
IMG-20150324-WA0001
O Blogueiro teve que ser levado por amigos e vizinhos até o PSM, que sensibilizados com seu drama, procuraram “na marra” socorrer o mesmo.
IMG-20150324-WA0003
Enquanto isso, o Samu atende a população de quase 300 mil habitantes com apenas duas ambulâncias. 
Por diversas vezes, através da imprensa, e das Redes Sociais, a direção do SAMU em Santarém, falou que esse tipo de atendimento não e de responsabilidade deles. Segundo informações da central de atendimento do Ministério da Saúde, esse tipo de atendimento, e sim responsabilidade do SAMU.
Desabafo do Blogueiro no Facebook. 
Dia complicado, hoje.
Além das fortes dores na coluna, ainda tive que descobrir da pior forma que Santarém não tem ambulâncias do SAMU suficientes para atender à população. Isso somado à falta de educação da atendente que desligou o telefone antes de concluir a chamada. Mas quem tem amigos não fica na mão.
Quero tornar público meu agradecimento ao grande amigo Zé Filho, de Uruará, que apesar do sobrenome foi como um pai. Sabendo da falta de ambulância em Santarém, não poupou esforços, junto com seus filhos e amigos, me carregaram e levaram ao hospital, acompanhando todo o atendimento.
Prefeito, vereadores e secretários. Vocês vão começar a ouvir o que precisam e não mais só o que querem ouvir.
Hoje, além de ficar sabendo que existem várias ambulâncias paradas por falta de uma simples manutenção, outros assuntos se apresentaram e serão trazidos ao público.
A paciência com essa inoperância do poder público esgotou.

Via Blog do Augusto Alves.