SCM Music Player

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

JORNAL DO BARBALHO É CONDENADO PELO TRIBUNAL ELEITORAL

Foto: Tarso Saraf/ O LiberalPor maioria de votos, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) condenou o jornal Diário do Pará, de propriedade da família Barbalho, por propaganda irregular, ao tentar associar a imagem do governador Simão Jatene (PSDB) ao episódio da prisão do ex-prefeito de Igarapé-Miri, Ailson Santa Maria do Amaral, mais conhecido como “Pé de Boto”. Os juízes entenderam que a foto de uma reunião institucional do governador com o então prefeito do município foi usada de forma descontextualizada no jornal, com o intuito eleitoral.
A ação foi interposta pela coligação Juntos com o Povo, que chamou atenção para o fato de que o governador Simão Jatene não tem qualquer relação com as denúncias impostas contra o prefeito de Igarapé-Miri, acusado pelo Ministério Público de criar um grupo de extermínio no município. E que a utilização de fotos antigas de reuniões institucionais do governo com o prefeito nas matérias sobre a prisão só foram publicadas com o intuito de denegrir a imagem do candidato tucano.
“Sem nenhuma correlação com a notícia, aparece a foto do Pé de Boto com o governador Simão Jatene. A mesma foto que é usada de forma recorrente pela televisão do grupo. O que se está falando aqui é em pseudo jornalismo. Tem várias fotos do prefeito, por que razão colocar uma foto em que ele aparece no canto da página e com o Jatene ao centro, se não com o objetivo de associar a imagem dele à do governador?”, questionou da tribuna o advogado Fábio Oliveira.
A defesa do jornal Diário do Pará tentou emplacar a tese de que a única referência ao governador foi a de que Pé de Boto possui vínculo político com Jatene, já que foi o organizador da campanha na região.
Porém, por maioria de votos, os membros do TRE entenderam que esta informação não teria qualquer relação com o fato noticiado, que era a prisão do acusado. Até mesmo o juiz Marco Antônio Castelo Branco, que já havia se posicionado de forma contrária em outros processos sobre o mesmo tema, reconheceu que o jornal Diário do Pará descontextualizou a matéria, ao estampar na capa do periódico a foto do governador. Ontem, durante a sessão, dois outros processos, desta vez interpostos contra a Rede Brasil Amazônia (RBA), com o mesmo tema, tiveram desfechos diferentes.

ORM