SCM Music Player

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

TV Tapajós mostra desrespeito com idosos dentro de ônibus

TV Tapajós mostra desrespeito com idosos dentro de ônibusO Bom Dia Santarém desta quinta-feira (1) mostrou a realidade de idosos que precisam usar o transporte coletivo na cidade. Mesmo com a lei determinando que cada veículo tenha 10% dos seus assentos reservados para eles, muitos idosos não têm o direito resguardado.

Com uma câmera escondida a equipe de reportagem acompanhou a rotina dos idosos em sete ônibus que fazem linha para diferentes pontos da cidade. Eles reclamam da forma como são tratados tanto por outros passageiros quanto por motoristas e cobradores.

“(...) Eles ficam com raiva porque às vezes existe pessoas idosas né? Eles falam: ‘a senhora não paga’. São várias histórias”, afirmou a aposentada de 70 anos, que conversou com a equipe de reportagem da TV Tapajós sem saber que estava sendo gravado.
Estima-se que de cada dez passageiros, um tenha mais de 65 anos. Para os idosos, a passagem é gratuita. Um direito garantido por lei, assim como a prioridade de ter um assento durante o trajeto.

No primeiro ônibus lotado, a idosa segue sentada. Ela explica que teve sorte em ter conseguido um lugar no coletivo, pois nem sempre é assim: “não respeitam não”, disse a idosa.

Em outro coletivo, uma senhora conta que já teve que fazer o trajeto várias vezes em pé porque o local reservado para ela estava ocupado por adolescentes. “Desafiar eles é pedir o lugar para as pessoas mais idosas”, conta.
 
A equipe conversou com passageiros que ainda não chegaram à terceira idade. Um estudante, sentado no lugar reservado ao idoso, garantiu que só sentou no banco reservado porque não havia nenhuma pessoa mais velha no ônibus. “Só sentei aqui porque não tinha ninguém aqui”

Outra estudante criticou a ação de quem desrespeita os direitos garantidos aos idosos: “eu acho um absurdo! Quando não tem ninguém em pé, tudo bem. Mas se tiver gente aí eu acho certo. Tem que levantar e dar o lugar da cadeira”.

Devido às reclamações de desrespeito, o Ministério Público do Estado acionou a Prefeitura de Santarém e as empresas de transporte coletivo na justiça. O MPE recomendou o cumprimento da lei que reserva 10% dos assentos dos ônibus para os idosos, de acordo com o estatuto do idoso. Solicitou ainda que a Prefeitura realize fiscalizações.

O prazo estipulado para que as normas sejam cumpridas é de 30 dias.

A promotora de justiça Larissa Brasil Brandão explicou que se a ordem não for cumprida, o Ministério Público irá adotar novas providências.
Reportagem: Rômulo D'Castro
Imagens: Rafael Ferreira e Cléber Vasconcelos
Produção: Lucas de Castro